O Portal de notícias de Porto Seguro

Presidente da Colônia de Pescadores tranqüiliza a população sobre manchas de óleo em Porto Seguro

0 765

O presidente da Colônia de pescadores de Porto Seguro, Pedro Menezes, falou à nossa reportagem, nesta quarta-feira, 30/10, sobre as manchas de óleo que vêm atormentando a vida da população nordestina nos últimos dois meses.

Sobre a possibilidade das mesmas aparecerem nas praias do litoral de Porto Seguro, Menezes foi enfático ao afirmar que, até o momento, não há o menor sinal de que isso possa acontecer. “As informações que temos é que, embora tenham aparecido em Belmonte, Canavieiras e outras localidades do extremo-sul baiano, essas manchas tomaram outro destino, através de correntes marítimas, e se distanciaram da nossa costa”, conta o presidente.

Indagado sobre a ampliação do período do defeso, anunciado esta semana pelo governo federal, e que envolve a pesca na região, o presidente achou a medida desnecessária e que só virá agravar a situação dos pescadores locais, que já estão sofrendo a conseqüência com as especulações de aparecimento das manchas. “Além de não podermos trabalhar, muitos também não têm acesso ao seguro-defeso, outros não recebem o pagamento desde 2012, por problemas burocráticos e exigências absurdas das autoridades federais para o pagamento do benefício”, afirmou Pedro.

Na verdade, o seguro-defeso contempla apenas pescadores de lagosta e camarão, deixando pescadores de peixes de diversas espécies, ostras, caranguejos e outros mariscos fora do benefício.

O Secretário de Agricultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Seif, prometeu ampliar o alcance da instrução publicada nesta semana, para que possa atender, também, outras categorias de pescadores.

Veja a entrevista abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma