O Portal de notícias de Porto Seguro

Desmandos no transporte de passageiros retomam discussão de convocação de secretários na Câmara de Porto Seguro.

0 535

Com o plenário ocupado pelos taxistas e representantes dos guias turísticos e do transporte complementar de Porto Seguro, a sessão da Câmara de Vereadores, desta quinta-feira, 05/03, voltou a debater a resistência dos secretários municipais em atenderem às convocações dos mesmos, formuladas e aprovadas pela Casa de Leis.

No entendimento da maioria dos vereadores presentes à sessão,- Cido Viana, Robério Moura, Bolinha e Nido não estavam presentes-, a incapacidade de determinadas secretarias, especialmente a de Trânsito e Serviços Públicos é a causa principal do caos instalado no setor. “Realmente um descaso muito grande, A cidade está indo bem, mas esta Casa está sendo prejudicada, Fizemos a Lei e a Secretaria não funciona; não fiscaliza; o que é uma obrigação dela. A prefeita é minha amiga; ando com ela. Vou apoiar o candidato dela, mas sua gestão está errada. Vamos convocar mais uma vez esses secretários pra ver se é incompetência ou conivência”, Pontuou o vereador Geraldo Contador.

Taxistas presentes na sessão, em destaque, sentados, presidente Ivanildo e a liderança “Bidé

O vereador Robinson Vinhas, tido como o padrinho da “família Taxista”, após anunciar o início das inscrições para a realização de um curso de culinária no bairro Cambolo, patrocinado pela SETRE (Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia), detonou: “querem acabar com a classe dos taxistas em Porto Seguro. A Secretaria de Trânsito baseia-se numa liminar para cruzar os braços. É lamentável a situação que os taxistas estão vivendo. Não podem pagar uma prestação; não podem trocar de carro. Pelo amor de Deus! Como é que esses pais de famílias vão viver!, desabafou Vinhas.

No mesmo tom, o vereador Lázaro Lopes lembrou as inúmeras vezes em que os secretários foram convidados e depois convocados para explicarem para a sociedade os erros e acertos de suas pastas. “É triste ver esta Casa sendo criticada o tempo todo e os secretários debochando e tripudiando da Casa e do povo. Esta Casa está sem moral, desmoralizada e eu tenho vergonha disso. Cabe a nós, dezessete vereadores, fazer valer o nosso mandato e trazer estes secretários para explicarem esses desmandos”, pontuou Lázaro.

De maneira mais incisiva, o vereador Élio Brasil afirmou em tom de denúncia: “A Secretaria de Transportes não quer organizar o trânsito em Porto Seguro, estão lá fazendo política, recolhendo documentação e prometendo alvarás. Temos que pressionar a administração para que esses secretários compareçam e a única forma é a obstrução dos projetos do executivo”, e completou: “não voto mais os projetos do executivo enquanto os secretários não comparecerem a esta Casa”.

Por fim, a vereadora e presidente da Casa, Ariana Prates, se manifestou: “Ouvi atentamente todos os vereadores. Penso que a responsável pela desobediência dos secretários é a gestora. Ela é a patroa. Sem a anuência da prefeita, um servidor de confiança e nomeado por ela, não teria tamanha petulância. Temos sido parceiro e cooperado com a gestão todo esse tempo, Sugiro, não uma comissão, mas a ida de todos os vereadores, juntos, para o gabinete da prefeita e pressionar a prefeita para atender o povo”, concluiu Ariana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma