O Portal de notícias de Porto Seguro

Candidatos contestam e suspeitam de fraudes no resultado do concurso público de Porto Seguro

9 5.792

O polêmico, atabalhoado, desorganizado e questionado concurso público de Porto Seguro, realizado em 30/11/2019, inclusive com pedido de impugnação formulado pela Câmara de Vereadores ao Ministério Público (leia aqui), agora passou à condição de suspeito.

 O concurso, que teve, aproximadamente, 26 mil inscritos, com uma arrecadação superior a um milhão e oitocentos mil reais em inscrições, e a participação de pessoas de diversas localidades do país, vem sendo amplamente bombardeado nas redes sociais e grupos de whats-app, com comentários que colocam em cheque a lisura dos resultados divulgados.

A principal reclamação diz respeito à divulgação de um gabarito, que se dizia definitivo, no dia 27/12, e que, de acordo o edital do concurso, era irrecorrível. Na seqüência, no dia 03/01, foi publicado novo edital no site do IBRAE, solicitando aos aprovados que enviassem os títulos até o dia 08/01, à comissão examinadora. Entretanto, no dia 11 de janeiro de 2020 os candidatos que já aguardavam a publicação do resultado final, foram surpreendidos com a publicação de um novo edital, com a relação de um número significativo de pessoas aprovadas, que não constavam no resultado preliminar anterior, ultrapassando assim a colocação dos demais candidatos previamente aprovados, conforme a 1ª publicação de 27/12.

Endereço de localização das publicações dos gabaritos do IBRAE

Ou seja: Além de mudar o gabarito definitivo, depois de semanas do resultado divulgado, o Instituto também erra, mais uma vez, ao demonstrar que acatou recursos de quem se sentiu prejudicado, contrariando as normas do edital.

Além dessa reclamação, outras criticam a ausência da divulgação do resultado daqueles que não alcançaram a pontuação mínima exigida.

A indignação maior é o silêncio do IBRAE. São várias as solicitações de explicações, conforme mensagens recebidas pela nossa redação.

A administração municipal também se silencia; a Câmara está de recesso e aos candidatos, desesperados, resta a opção do Ministério Público, para resolver essa enorme lambança que foi esse concurso público em todas as suas etapas.

Todos os relatos acima, de acordo os candidatos, podem ser atestados no próprio site do IBRAE; instituto responsável pela realização deste malogrado concurso.

  1. Thais Diz

    Infelizmente essa banca prejudicou vários candidatos com informações incorreta de endereço, confinamento para os sabadistas, questões fora do edital, anulação de várias questões corretas para beneficiar “alguns”, adulteração de resultado definitivo, apagou publicações oficiais. Enfim pedimos que os prejudicados se mobilizem para que a justiça seja feita.

  2. Mario Santos Cunha Diz

    Falou tudo. Essa banca não está sendo justa com quem passou anteriormente e sabe disso, é só questão de tempo até a justiça sem feita e tudo voltar ao que era antes.

  3. Victor Diz

    Um absurdo, nao seguiram o edital

  4. Bianca Diz

    Um absurdo!

  5. Rodrigo Schwartz Dávila Diz

    Cara que piada, se nao faz o concurso o povo reclama, se faz reclama tbm, é sabido que o MP está em cima da prefeitura e Câmara de vereadores quanto a fraudes e ilicitude do tal concurso, deixem o MP quieto trabalhando… E vão estudar pra o próximo… beijos de Luz

  6. Augusto Diz

    Infelizmente esse concurso publico da cidade de Porto Seguro sempre teve fraude tanto nas licitações da banca examinadora quando os resultados divulgados. Além de tudo o que mais doe na população e os orgãos publicos como o Ministério Publico da Bahia fazer vista grossa e ser negligente em uma coisa que esta na cara que ouve fraudes nas aprovações e que no final de tudo ninguém vai ficar punido e a população de bem de Porto Seguro vai ser mais uma vez punida

  7. […] O pedido enumera uma série de considerações que versam sobre diversas irregularidades, amplamente divulgadas aqui no JoJô Notícias, em matéria postada aqui em 15/01 (leia aqui) […]

  8. vanusa souza Diz

    bom dia, preciso que a prefeitura sem um pouco conviniente e publique a anulaçao desse concurso cheio de erros. Pois merecemos respeito, tivemos gastos e ainda assim eles fazem isso com agente. e agora quem vai pagar o que gastamos, inclusive com deslocamentos. Que justiça seja feita!!!

  9. Rodrigues Santos Diz

    Entrei com recurso de 7 questões! ! Consultei doutores da área para ter segurança no que estava fazendo. Enviei para IBRAE, só anularam 2 questões. E as outras apenas trocaram as alternativas. Esse processo não existe! Tem que anular. Dessa forma beneficiou uns e prejudicou outros. Sem contar a média de corte! Que no final ficou vagas sem serem preenchidas. Mais respeito e transparência com os concurseiro. A queixa não é por falta de estudos. E sim por investimentos a longo prazo. Espero que esse problema seja resolvido sem prejudicar a ninguém.

Responder a Rodrigues Santos
Cancelar resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma