O Portal de notícias de Porto Seguro

Água e assassinato de professores roubam a cena no dia da Independência em Porto Seguro

0 482

Paralelo ao desfile cívico realizado por entidades, organizações e alunos de escolas do município, o sete de setembro em Porto Seguro foi marcado pelos protestos da ala do “grito dos excluídos”, que levaram, com faixas e gritos, reivindicações populares de caráter municipal, e nacional.

No âmbito nacional, os manifestantes exibiram faixas com “Fora Bolsonaro” e “Lula Livre”. Com Caráter municipal, os manifestantes protestaram contra a privatização dos serviços de água e esgotamento sanitário, cuja licitação já está marcada pela administração municipal para o dia 23 de setembro e exibiram faixas, também, cobrando júri popular para o julgamento das mortes dos professores Álvaro e Elisney, que completou dez anos sem nenhuma condenação.

Chamou a atenção, no momento dos protestos, a fuga da prefeita Cláudia Oliveira do palanque, vestindo a carapuça das palavras de ordem proferidas pelos manifestantes: “A nossa luta é todo dia; a nossa água não é mercadoria”.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma