O Portal de notícias de Porto Seguro

Agentes de combate às endemias de Porto Seguro rejeitam projeto da prefeita que sonega repasse de bônus federal

1 260

Os agentes de combate às endemias de Porto Seguro ocuparam nesta quinta-feira, 13/06, o plenário da Câmara de Vereadores de Porto Seguro, para denunciarem a intenção da prefeita Cláudia Oliveira, em pagar um bônus concedido pelo governo federal sem retroagir a janeiro de 2018.

Segundo os representantes do SINDIACSCER (Sindicato dos Agentes de Saúde e de Combate a Endemias de Porto Seguro e Região)os recursos para o pagamento do PQA-VS (Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde), de forma retroativa a janeiro de 2018, cerca de 120 mil reais, estão disponíveis na conta da prefeitura desde esta data.

A presença dos agentes no plenário sensibilizou os vereadores, que optaram pela suspensão da votação do projeto 010/2019, já em segunda votação, para debater com a prefeita as motivações que a levaram a não pagar o benefício de forma integral.

O Governo Federal, quando criou o programa (PQA-VS), estipulou que 50% dos recursos do programa, repassados às prefeituras, fossem destinados para os agentes de combates às endemias que contribuíram para atingir as metas propostas pelo programa, no combate ao mosquito “aedes aegypt”.

Realmente, é lamentável ver os trabalhadores serem obrigados a se mobilizarem e lutarem para garantir uma gratificação, enviada ao município pelo governo federal, destinadas aos mesmos, e que a gestora resiste em pagar de forma apropriada.

Veja entrevista com representantes do sindicato abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma