O Portal de notícias de Porto Seguro

Tudo encaminhado para que Arraial d’Ajuda tenha seu primeiro museu

0 1.803

Dona do primeiro Santuário Mariano das Américas, que nos remete ao século XVI, e também do primeiro milagre registrado em terras brasileiras, o  museu de Arraial d’Ajuda começa a ser planejado para atender esses e outros fatos históricos de grande relevância ao distrito, e logo logo deve sair do papel.

A iniciativa surgiu do vereador Vinícius Parracho em parceria com a Superintendência de Cultura de Porto Seguro e o Santuário d’Ajuda.

O primeiro museu de Arraial vai contar a história do povoado de Nossa Senhora d’Ajuda, hoje distrito de Porto Seguro, evidenciando fatos religiosos, históricos e culturais.

Um dos fatos curiosos é a origem da Fonte de Nossa Senhora d’Ajuda, à qual é atribuído o primeiro milagre brasileiro.

 

Quem é do Arraial sabe: quem se banha na fonte, sempre vai voltar.

O museu também contará a história do evento de inauguração da pista de aviação da Costa do Descobrimento, que ocorreu na primeira metade do século XX; e da mais antiga aldeia da etnia pataxó, a Aldeia Velha.

Segundo o “edil” Vinícius Parracho, o museu vem sendo planejado há alguns meses e depois que ele recebeu sinal positivo do Santuário de Nossa Senhora d’Ajuda, da possibilidade de instalar o museu num dos imóveis na praça, pertencente ao próprio Santuário, além é claro, do acervo do museu que será, em sua grande maioria, fornecido pelo próprio Santuário, ele procurou a Superintendência de Cultura, que também mostrou entusiasmo pela ideia. “O Santuário é o guardião dos itens que podem ser exibidos no museu, com as imagens sacras, os mantos de Nossa Senhora, os registros históricos das romarias, entre outros. Além disso, existem outros fatos históricos que são bem importantes ao Arraial d’Ajuda como a inauguração do Campo de Aviação, que foi o maior evento de aviação civil da América Latina na época, nos impactos na Segunda Guerra Mundial, assim como o fervor da lambada nos anos 80” , listou o vereador.

Pelo que conta Vinícius, a necessidade do museu surgiu, uma vez que os outros museus em Porto Seguro não englobam esses fatos históricos. “A ideia é contar a história na perspectiva do Arraial d’Ajuda”, disse o vereador, acrescentando que “a Superintendência de Cultura entrou de cabeça no projeto, e agora estamos elaborando um convênio com o Santuário e a Superintendência, para registrar o museu em todos os órgãos que são necessários, no campo da União, por exemplo. A partir daí, vamos para o projeto arquitetônico, da reforma do prédio, para receber, efetivamente, o museu, da curadoria etc”.

O vereador acredita que até o ano que vem o museu possa ser inaugurado.

Por Informações: SECOM-Porto Seguro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.