O Portal de notícias de Porto Seguro

Porto Seguro recebe Bolsonaro já como cidade histórica/cultural em lei aprovada pela Câmara

0 5.075

A sessão da Câmara de Vereadores de Porto Seguro, realizada nesta quarta-feira, (20/04) aprovou, por unanimidade, o projeto de Lei do Executivo Municipal que transforma a Terra Mãe do Brasil em Cidade Cultural e Histórica do Brasil. A lei já foi sancionada pelo prefeito e publicada no Diário Oficial do município, nesta quinta-feira (21/04).

Já reconhecida como um dos Centros históricos mais importantes e conservados do país, a lei aprovada traz um respaldo ainda maior e atrativo turístico, na medida em que, no seu artigo 4, destaca Porto Seguro, como a cidade oficial para a comemoração do  aniversário do Brasil, doravante comemorado com as maiores autoridades brasileiras.

Uma justa homenagem, que terá seu pedido de ratificação, a nível nacional, feito pelo prefeito Jânio Natal ao presidente Jair Bolsonaro, neste 22 de abril, para ser institucionalizada e oficializada como cidade oficial para a comemoração do aniversário do Brasil, conforme prevê a lei aprovada.

A data, (22/04/2022) já antecipa a ratificação da proposta, com a visita do presidente Jair Bolsonaro e sua participação em parte dos eventos programados para a data, incluindo uma motociata rumo à Orla Norte da cidade, quando serão inauguradas as belíssimas rotatórias que compõem um conjunto de obras desenvolvidas na cidade pelo prefeito Jânio Natal. Mais uma conquista para a nossa cidade que vem passando por grandes transformações.

Todos devemos nos honrar com a brilhante iniciativa, que fora Projeto de lei apresentado pelo então Deputado Federal Jânio Natal, e agora vira realidade; inclusive a oposição “lero-lero”, que não deixa de roer as unhas dos pés, mas que, no momento, parte considerável desses derrotados arrependidos, vive costeando o alambrado para integrarem a equipe da administração “Sob Nova Direção”.

Contudo, atento como sempre, Jânio, cujo perfil administrativo exalta a meritocracia, sem utilizar a vingança e o revanchismo como táticas e estratégias políticas/administrativas, pode até mantê-los no banco de reservas da equipe vitoriosa.

Veja abaixo a Lei aprovada, na íntegra:

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.