O Portal de notícias de Porto Seguro

Aniversário do Brasil” deve se tornar grande evento em Porto Seguro

0 3.196

Existe uma grande mobilização para que o período da data de 22 de abril, conhecida popularmente como “Semana do Descobrimento”, (que ainda agrega o feriado nacional de Tiradentes), entre no circuito de grandes eventos municipais.

A intenção da Prefeitura de Porto Seguro é promover um grande evento para a data esse ano. No entanto, ainda não se sabe como vai estar a situação devido à pandemia. De qualquer forma, a expectativa é a consolidação do evento, ao longo dessa gestão, no calendário oficial da Prefeitura.

Uma frente de planejamento foi criada, reunindo representantes de várias secretarias municipais a fim de definir estrutura e programação para a comemoração da data. A ideia é ressaltar a importância dela como um marco na história do Brasil, valorizando a história local, assim como ampliar o fluxo de turistas na cidade neste período considerado de baixa temporada.

“É importante mobilizar toda estrutura governamental para realizar um evento grandioso e diferenciado, num momento em que o setor turístico precisa de iniciativas arrojadas para alavancar o principal vetor da economia da cidade”, destacou o vice-prefeito e secretário de Turismo, Paulinho Onishi (Toa Toa), durante o encontro com secretários municipais.

O prefeito Jânio Natal defendeu a ideia. “Mais que reforçar o espírito de patriotismo, elevando o orgulho de ser brasileiro, o evento vai potencializar a importância histórica de Porto Seguro como Terra Mãe do Brasil”, disse.

Uma agenda de ações com etapas de organização para a promoção do “Aniversário do Brasil”, em 22 de abril de 2021, já foi criada.

Na última reunião da Câmara Municipal, nesta quinta (25/02), a presidenta da Casa, Ariana Prates, entrou com projeto de lei, instituindo abril como mês do Descobrimento.

Na ocasião, o vereador Vinícius Parracho, apesar de concordar plenamente com o projeto, chamou a atenção para a questão do nome “descobrimento”, que é rechaçado no meio acadêmico, uma vez que o termo desconsidera os povos originais do Brasil, como os reais descobridores dessas terras. Afinal, eles já estavam aqui.

O projeto foi aprovado em primeira votação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.