O Portal de notícias de Porto Seguro

Turismo da vacina leva brasileiros aos EUA; passagens executivas podem custar até R$ 640 mil

0 1.240

Agências de viagens têm lançado pacotes para que os brasileiros possam ir aos Estados Unidos ou outros países que estejam vacinando os turistas. Os pacotes envolvem passagens aéreas e hospedagem para destinos próximos aos EUA, onde os turistas devem ficar de quarentena por no mínimo 14 dias antes de seguir viagem. O preço das passagens varia entre R$ 15 mil e R$ 20 mil, mas podem passar de R$ 500 mil em vôos executivos.

A Flapper, empresa de aviação executiva sob-demanda, foi uma das responsáveis pelo lançamento desses vôos de luxo. Recentemente a companhia informou que fará dois vôos em jatos executivos levando passageiros que podem pagar o alto custo de serem vacinados nos EUA.

Em entrevista para o CNN Business, a diretora financeira da Flapper, Bárbara Andrade explicou que “os vôos são até o local em que o passageiro irá fazer a quarentena. O segundo trecho ele pode fretar com a Flapper ou realizar um vôo comercial tradicional. No retorno dos EUA para o Brasil, também pode ser feita a cotação ou, então, o passageiro retorna de vôo comercial.”

Saindo de Guarulhos (SP), os vôos têm como destino as ilhas no Caribe, onde os brasileiros poderão esperar durante o período de isolamento. As aeronaves devem decolar no dia 10 de junho, com pousos definidos nas ilhas de Punta Cana, na República Dominicana, e Providenciales, território ultramarino do Reino Unido na América Central. O valor do fretamento da primeira aeronave custará R$ 640 mil e da segunda, R$ 520 mil.

Mas há a opção de dividir os custos entre mais passageiros, os jatos possuem 12 e 14 lugares vagos, respectivamente. “É permitido ao cliente que comprou o fretamento, já pago, compartilhar os demais assentos da aeronave com outras pessoas. Assim, o cliente pode ter o custo dessa viagem reduzido”, diz a diretora financeira da Flapper.

Fonte: BPMoney.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.