O Portal de notícias de Porto Seguro

Moraes determina à PF que tome depoimento de Bolsonaro em até 30 dias

0 2.592

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal tome o depoimento do presidente Jair Bolsonaro, em um prazo de até 30 dias, sobre suposta interferência indevida na corporação.

A ordem de Moraes foi proferida nesta quinta-feira, um dia depois que a defesa do presidente protocolou um pedido ao Supremo concordando com prestar depoimento pessoalmente. A Corte julgaria se Bolsonaro deveria ser ouvido por escrito ou pessoalmente, mas a Advocacia-Geral da União (AGU) se antecipou ao julgamento e apresentou o pedido antes do início da sessão.

“Determino, ainda, à Polícia Federal que proceda, mediante comparecimento pessoal e prévio ajuste de local, dia e hora, a oitiva do presidente Jair Messias Bolsonaro, no prazo máximo de 30 (trinta) dias”, escreveu Moraes.

O inquérito foi aberto em abril do ano passado, após o pedido de demissão do então ministro da Justiça Sergio Moro. Em seu pronunciamento de demissão, Moro relatou ter sofrido pressões do presidente Jair Bolsonaro para interferir na nomeação de cargos da PF e que ele estava preocupado com investigações que atingiam seus aliados. Com base nisso a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu abertura de inquérito para apurar os fatos.

O caso estava sob relatoria do ministro Celso de Mello, mas passou para Moraes depois que o decano se aposentou.

Fonte: Extra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.