O Portal de notícias de Porto Seguro

Pau-Brasil de 500 anos e circunferência recorde é achado na Bahia

0 1.339

Um espécime da árvore Pau-Brasil de 7,13 metros de circunferência foi encontrado em assentamento no sul da Bahia, em novembro, e divulgada ontem. Segundo o botânico que revelou a descoberta, jamais foi registrada uma amostra tão grande da árvore, que possui aproximadamente 500 anos.

Poucas unidades de Pau-Brasil restam no país. Considerada uma iguaria na descoberta do Brasil, em 1500, a árvore foi alvo de extração em massa dos colonizadores por conta de sua pigmentação rubra, muito utilizada em pinturas, e hoje sua existência é ameaçada.

Mas a maior já encontrada resiste, e se encontra atualmente no assentamento do agricultor Manoel de Jesus, em Itamaraju, no sul da Bahia, próximo à BR-101. Ao visualizar a copa da árvore, o agricultor contatou Ricardo Cardin, botânico que já havia catalogado outros espécimes de Pau-Brasil, mas nenhuma tão grande quanto a encontrada recentemente.

“Descobrimos o maior Pau-Brasil do país! Uma árvore de proporções e aparente idade até então desconhecidas para a espécie. A árvore que batizou o país foi praticamente dizimada ao longo de cinco séculos de exploração predatória para produção de tintura vermelha e posteriormente arcos de violino. O Pau-Brasil desapareceu da Mata Atlântica, onde ocorre exclusivamente, e os poucos exemplares hoje sobreviventes são jovens e pequenos”, disse Cardin em rede social.

À TV Globo, o botânico descreveu a sensação de fazer parte da descoberta da maior e mais simbólica árvore do Brasil. “Foi um momento magico, quando terminou a trilha na floresta e olhamos para a árvore eu disse ‘não é possível que isso seja um Pau-Brasil’, pois era diferente de tudo o que eu conhecia sobre Pau-Brasil. É uma árvore realmente maravilhosa, um ser vivo muito antigo, e de proporções, eu diria, inéditas para a espécie”, relata Cardin. Essa não é primeira vez que um Pau-Brasil é encontrado na região.

Há dois anos, Cardin registrou uma árvore de pigmentos avermelhados com 4,30 metros de circunferência, que, até a nova descoberta no assentamento do agricultor, era a maior já elencada. “Dia 22 de novembro último, nossa expedição registrou junto aos moradores locais uma enorme, quase o dobro da atual campeã, uma árvore de proporções inacreditáveis e que não existem registros conhecidos históricos ou atuais de maior. Esse Pau-Brasil gigante, com 7,13 metros de circunferência, tem possivelmente mais de 500 anos de vida e sobreviveu a destruição de 88% da Mata Atlântica”, escreveu Cardin.

Feliz pela descoberta, Jesus se orgulhou: “Quando soube que era uma grande campeã, fiquei muito satisfeito. Tenho um tesourinho verde da natureza”, comemorou, em entrevista à emissora.

Fonte: UOL Notícias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.