O Portal de notícias de Porto Seguro

Uba confirma dobradinha com Uldurico Jr e implode plano de candidaturas fraternas na Costa do Descobrimento

0 9.122

Há vinte anos afastado do poder na terra mãe do Brasil e das assembléias estadual e federal e assistindo a dilapidação vertiginosa do seu patrimônio político na capitania, o radialista e político, Ubaldino Jr., resolveu lançar os dados de vez e, na semana passada, confirmou a correligionários e simpatizantes seu desejo de se candidatar a deputado estadual, em dobradinha com o primo e deputado federal Uldurico Jr., candidato à reeleição.

A jogada apresenta como novidade, a disputa, pela primeira vez, de uma dobradinha da família “pinto” a cargos legislativos e aparenta ter despejado, no aterro sanitário de Cabrália, antecipadamente, o acordo com os “fraternos” que, evidentemente, aguardavam o apoio dos pintos às candidaturas certas de Robério e/ou Cláudia Oliveira à Assembléia Legislativa do Estado, em retribuição ao apoio destes à malograda e moribunda “Coligação Coronavírus”, que juntou no mesmo balaio, Uldurico Jr. e Maurício Pedrosa; derrotados, de forma implacável, por Jânio Natal na última eleição municipal em Porto Seguro.

No movimento da família Pinto fica bem caracterizado o desespero de Ubaldino Jr. em retornar, o mais breve possível, ao poder, mesmo difundindo e plantando a ideia de que o objetivo é mostrar aos portossegurenses que está apto, do ponto de vista jurídico, a disputar a próxima eleição municipal. Tentam vender essa mentira, da mesma forma que enganaram a população durante anos, simulando que eram oposição aos fraternos e na verdade, no fundo, só queriam entrar para a fraternidade.

 

Do ponto de vista dos “fraternos”, O lançamento da chapa binária (Uba/Uldurico) é uma paulada nas pernas e na cabeça dos mesmos.

Primeiro: Robério e Cláudia precisam de um foro privilegiado para se defenderem dos graves ilícitos cometidos no âmbito da “Operação Fraternos” que, ainda este ano, vem com todo gás. Um assento na assembléia seria um esconderijo perfeito.

Segundo: os fraternos começam a colecionar derrotas eleitorais que apontam, prematuramente, a queda do “Império Oliveira” construído sem lastro político, sem bandeira política, sem compromisso popular, que tinha como base de sustentação, de acordo manifestação do Ministério Público Federal; uma ORCRIM (Organização Criminosa), constituída pela própria família, agentes públicos aliciados, empresários e apaniguados de toda espécie.

Para os cidadãos de Porto Seguro, uma ótima e única oportunidade de, com apenas uma cajadada, derrubar dois grupos políticos nefastos, que apenas se enriqueceram, com exaustivo trololó, obras maquiadas e deixando à sorte e ao abandono a saúde, a educação e o atraso sócio/cultural que representaram.

Além de expurgar dois grupos; na oportunidade se abaterá uma dupla que, pelo visto, cansaram de perder individualmente. Preferem morrer juntos. “Um abraço de afogados”.

Que seja assim!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.