O Portal de notícias de Porto Seguro

Prefeitura paga mais de um milhão de reais para realizar o concurso mais criticado e contestado da história de Porto Seguro

1 626

O Concurso público promovido pela Prefeitura Municipal de Porto Seguro e coordenado pelo Instituto Brasil de Educação (IBRAE) de acordo os editais 01/2019 e 02/2019, custou aos contribuintes portossegurenses, R$1.032,000 (hum milhão e trinta e dois mil reais); valor pago pela prefeitura, apenas para sua realização; não se sabe se os valores arrecadados com as inscrições, estimados em cerca de dois milhões e quinhentos mil reais, também foram revertidos para o Instituto.

Ocorre que, desde a publicação do primeiro edital para a realização do concurso, que previa a realização de provas fora do município de Porto Seguro, o certame vem sendo fortemente criticado e contestado pelos diversos setores da sociedade, inclusive pela Câmara de Vereadores local, que chegou a protocolar no Ministério Público pedido para o seu cancelamento.

 O Concurso teve a data de aplicação da prova objetiva antecipada para dois cargos: Professor Nível I e Auxiliar de Classe. Para esses cargos, a prova foi realizada no dia 30 de novembro (sábado), o que provocou enorme celeuma e desistência de alguns inscritos, devido ao desrespeito aos religiosos, que têm o sábado como um dia sagrado, e foram obrigados a chegarem ao local das provas no horário normal (8:00 horas) e permanecerem confinados até o pôr do sol, para iniciarem suas provas. Para os demais cargos, a data permaneceu inalterada (domingo, 01/12).

As irregularidades do certame persistiram na data da aplicação das provas, com diversas e variadas reclamações, e registro de Boletins de Ocorrências (BO) no MP e delegacias de Polícia do município; o que levou os vereadores a pedirem novamente, em plenário, a sua anulação (leia aqui)

O edital do concurso do município de Porto Seguro, no sul da Bahia, foi publicado com a oferta de 2.065 vagas, sendo 578 para provimento imediato e 1.487 destinadas à formação de cadastro reserva. As oportunidades são para cargos de nível médio, técnico e superior, com remunerações de até R$ 8.333,60.

O prazo de validade deste certame será de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

  1. João Diz

    A politicagem desse senhor dono do site que e uns dos maiores empresário do ramo hoteleiro que ja foi secretário de turismo em gestões passadas e acabou fazendo nada. Vem criticando gestão que vem trabalhando fica uma pergunta será que na empresa dele ele respeita de fato os evangélicos como ele ja vem questionado dia a dia sobre o concurso. Uma pessoa que apenas visa o número de turista no hotel dele.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma