O Portal de notícias de Porto Seguro

Policia civil e penal paralisa atividades por 48 horas em todo o estado da Bahia

0 283

A polícia civil e penal em Porto Seguro acompanhando decisão do sindicato da categoria para todo o estado da Bahia, de paralisação por 48 horas, realizou, no início desta tarde de segunda-feira, 27/01, uma manifestação pacífica pelas ruas da cidade de Porto Seguro. O protesto vai de contra a PEC 159/2020, apresentada pelo governo do estado para apreciação e votação na Assembléia Legislativa que, de acordo os servidores, afetará extremamente os policiais,  pois pretende retirar o direito à integralidade e à paridade. O valor pensão por morte e do abono permanência também serão reduzidos.

“Nós Policiais Penais exigimos do governo do estado um tratamento isonômico em relação à Polícia Militar. Aos policiais militares foi garantida integralidade, paridade e 100% da pensão por morte. Além disso, hoje um Policial Civil e um Policial Penal que estão no fim da carreira recebem um salário em torno de R$ 6.000 a R$ 7.000,00. Se for aplicada essa média que contém na PEC, o salário será reduzido para cerca de R$ 4.500 do servidor que está no fim da carreira”, destacou Reivon Pimentel, O presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários(Sinspeb).

Carta aberta dos policiais à população

Em entrevista à nossa reportagem, o representante do sindicato e um dos coordenadores do movimento, Aflorisvaldo Sá dos Santos, afirmou que serviços básicos de ocorrência como flagrantes criminosos e levantamentos cadavéricos continuarão a serem atendidos e realizados e que o movimento terá uma reunião na quarta-feira, 29/01 com autoridades do governo, quando decidirão os rumos da paralisação.

Veja vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma