O Portal de notícias de Porto Seguro

Mesmo convocado, secretário não comparece à sessão da Câmara de Porto Seguro

0 384

O Secretário de Turismo e Cultura de Porto Seguro, Paulo César Magalhães, alegou dificuldades na agenda para atender à convocação feita pela Câmara de vereadores para seu comparecimento à sessão desta quinta-feira, 21/11.

A convocação foi decidida na sessão passada, em virtude da relutância do secretário em atender diversos convites formalizados pela Casa, para o seu comparecimento. O vereador Lázaro, chegou a afirmar que, somente o secretário Paulo César foi convidado 9 vezes e não atendeu a nenhum dos convites.

De acordo ofício enviado à Casa, o secretário alega que já tinha uma viagem pré-agendada para a cidade de Lisboa, em Portugal, mas que assim que retornasse, no início de dezembro, estaria à disposição da Casa para prestar os devidos esclarecimentos.

O discurso de Paulo César Magalhães prega a continuidade da gestão deixada por Alves, um projeto montado em 2015, principalmente focado na autossustentabilidade da pasta para depender cada vez menos do repasse de verba pública. “Hoje, o fundo do Turismo vem 70% da iniciativa privada. São quatro fontes majoritárias: parte do Airbnb, em uma parceria cuja hospedagem de cada cliente tem uma quantia reservada ao fundo; parte da contribuição voluntária da hotelaria; parte do ordenamento do Turismo rodoviário; e por último da cobrança que passamos a instituir nos museus.”, explica Magalhães.

Essa parte que trata do Ordenamento do Turismo Rodoviário – Taxa de Turismo – é que tem suscitado a indignação dos vereadores e dos moradores. A taxa fora instituída com a promessa de contrapartidas como: criação de uma garagem para os ônibus, com infraestrutura para os motoristas, construção de um portal na entrada da cidade, construção de banheiros populares e adequação dos corredores turísticos etc. Nada disso foi implementado.

“Eu só vejo este secretário viajando. Numa época dessas, início de alta temporada, o secretário se ausenta por 20 dias. Não seria o caso desta viagem ter sido avaliada e endossada pela casa”?, questionou o vereador Bolinha.

Os vereadores Dilmo Santiago e Bibi Ferraz saíram em defesa do Secretário alegando que a cidade de Porto Seguro precisa dessas ações de divulgação e que a cidade tem uma secretaria de turismo mais bem estruturada do país. “O secretário vem fazendo isso muito bem, são ações importantes que transformaram Porto Seguro num dos destinos mais procurados do país”, destacou Bibi Ferraz. O vereador chegou a sugerir, se a superintendente da pasta, Patrícia Martins, poderia substituir o secretário na convocação, o que foi prontamente rechaçado pelos edis, que entendem que o secretário deve comparecer, para dá explicações, não apenas à Casa,mas a toda sociedade portossegurense.

Paulo César soma 14 anos como secretário de turismo de Porto Seguro, se contabilizadas todas as suas passagens em gestões diversas. Aguarda-se para a próxima sessão, 28/11, a presença da Secretária de Educação, Janis Alves Souza.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma