O Portal de notícias de Porto Seguro

Gestão Claudia Oliveira é líder absoluta de multas aplicadas pelo TCM-BA

1 1.592

Com todas as contas rejeitadas pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios), desde que estreou no executivo municipal, em 2013,  como prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira resolveu inovar; é também a prefeita, dentre os municípios  baianos, com o maior valor de multas aplicadas, segundo levantamento feito pela coluna Satélite, do jornal Correio, pelo TCM-BA

A prefeita “fraterna”, Claudia Oliveira,( PSD), lidera o topo da lista com R$321 mil em multas aplicadas, seguida de Vera da Saúde(PR), de Maragogipe, com R$307 mil, e Fernando Brito(PSD), de Cairu com R$258,7 mil.

Essas multas são aplicadas após análises detalhadas das aplicações dos recursos do município, pelos técnicos e profissionais do TCM e constatadas as irregularidades, as multas são imputadas. Convém lembrar que esses valores têm que ser pagos com recursos próprios, vedado o uso de recursos do município para saldá-las.

O interessante nisso tudo é que a Assessoria de Comunicação da prefeita vive pedindo nas redes sociais para compartilharmos as notícias boas. Até parece! Quais são as notícias boas? O asfaltamento de ruas no Paraguai e Parque Ecológico; a pavimentação em bairros no Arraial D’ajuda; todas as obras superfaturadas e realizadas com material de 3ª categoria. O que dizer dos serviços de jardinagem executados nas praças públicas, inclusive alvo de denúncia de vereador no plenário da Casa, por adotar tabelas e índices oficiais de Brasília e São Paulo, cujos preços estão anos-luz dos praticados na cidade e região. E assim, a prefeita fraterna vai tocando o barco. Tapeando todo mundo, um verdadeiro “embromation”.

A peça rascunhada para sua defesa na Casa Legislativa, certamente já está pronta, só não se sabe se irá colar. Seu grupo de fiel escudeiro na Casa está espatifado, desgastado e sem o menor apoio popular. A Casa tem hoje uma nova mesa diretora, que já não suporta as tapeações de outrora

Só não tapeia o TCM, que desde 2013, vem lhe impondo sucessivas derrotas na apreciação das suas contas.

Agora mesmo está prestes a inaugurar a Secretaria de Saúde, na Rua da Vala, próximo ao Supermercado Rondelli. Uma obra que se encontrava praticamente pronta, restando alguns acabamentos. Pois então, passem lá e constatem o que eu vi: o despejo da água servida utilizada nas pias e tanques da secretaria está sendo jogado na rua, melhor dizendo, nas calçadas. Uma vergonha, além de crime ambiental. Imaginem vocês, se todas as construções de Porto Seguro fizessem isso. Isso aqui já tinha virado um esgoto a céu aberto. Belo exemplo! E ainda falam em privatizar os serviços de água e saneamento na cidade. A culpada é a EMBASA. Mas a ASCOM pede para compartilharmos notícias boas; o que nos faz lembrar o Ministro da Fazenda no governo FHC, Rubens Ricupero quando, sem saber que seu pronunciamento estava sendo captado por parabólicas detonou: Eu não tenho escrúpulos. Acho que é isso mesmo: o que é bom, a gente fatura; o que é ruim esconde.

Dois meses depois foi obrigado a renunciar ao cargo. Vinte anos se passaram e ainda há pessoas que acreditam que assim é que se faz política.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.