O Portal de notícias de Porto Seguro

Faixas são espalhadas no Village I exigindo calçamento

0 1.040

 O Grupo Unindo Forças Village I, representando moradores do bairro, se mobilizou e produziu diversas faixas, que foram espalhadas pelo bairro com os dizeres “Sem calçamento, sem voto”.  

A informação partiu de um dos moradores que preferiu não se identificar. Segundo ele “os moradores estão cansados com o descaso da Prefeitura”.

O bairro sofre com ruas esburacadas, alagamentos em períodos de chuvas e uma série de problemas de infraestrutura. Ônibus do transporte público municipal são constantemente encontrados danificados no bairro, assim como ônibus de turismo, que nesta última sexta-feira, teve exemplo disso na frente do Senac, onde ficou atolado por causa de entulhos.

Nossa reportagem entrou em contato com uma das moradores, Cristina Bimbato, que nos informou que o grupo completa quatro de existência. Segundo ela, o principal problema é o alagamento da rua dos Hibiscos. “As águas que descem da praça Trevo do Amor do bairro Village III, caem da Rua das Margaridas, alagando a rua dos Hibiscos. Nós já fizemos um pedido junto ao Ministério Público desde 2019, com mais de 100 assinaturas, mas não chegamos nem a ser atendidos. Nunca houve uma audiência.  Nós já fizemos muita pressão para resolver essa situação”, disse.

Conforme Cristina, existem informações junto à Secretária Municipal de Obras, que já está licitado a pavimentação de algumas ruas do Village I   

Para se fazer o calçamento do bairro, seria necessário antes realizar as obras de drenagem.   

O Grupo Unindo Forças Village I não está ligado à Associação do bairro, apesar delas terem ciência do trabalho um do outro.  Nossa reportagem segue há tempos os serviços da associação, que possui projetos para a drenagem, calçamento e revitalização do bairro.

Algumas ruas do bairro foram calçadas,entre outra obras que já foram feitas com recursos próprios dos moradores por meio da Associação, mesmo assim os Villages I, II e III sofrem com inúmeros problemas de infraestrutura.   

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma