O Portal de notícias de Porto Seguro

De escolhido a esquecido: onde está o Lúcio?

0 827

Inelegível nas ultimas três eleições municipais, o ex-prefeito Ubaldino Jr. (PROS) sempre às vésperas do pleito, é obrigado a retirar o seu nome para colocar outro em seu lugar. Na primeira vez, o escolhido foi o seu irmão caçula Cristiano Pinto, nas duas últimas eleições, no entanto, o selecionado foi seu outro irmão, Lúcio Pinto.

Agora, para essas eleições que vão ocorrer em novembro, algo inusitado aconteceu: depois de quase oito anos criticando e acusando a prefeita Cláudia Oliveira, abertamente em seus programas da sua rádio, de seus sites e nas suas mídias sociais, Ubaldino Jr. firmou aliança com o grupo dos Oliveira para mais uma disputa eleitoral, uma vez que a prefeita, após dois mandatos, se despede do Executivo Municipal.

Se não bastasse essa aliança, que nos melhores dos adjetivos é bem estranha, o ex-prefeito Ubaldino Jr. , que continua inelegível para concorrer, vem procurando um nome para encabeçar a chapa, deixando o vice para o grupo dos Oliveira. Nesta busca, o nome de seu irmão, duas vezes candidato a prefeito nas últimas eleições, parece nem passar pela cabeça de Ubaldino Jr., mesmo tendo até um número considerado de votos nessas eleições que disputou.

Já foi especulado o nome de seu filho Guilherme Pinto e agora parece que o seu primo, o deputado federal Uldurico Jr. deve mesmo ser o candidato dessa chapa. Mas, e o Lúcio? Por que nem cogitado foi?

Deixando para trás todo seu empenho e sua dedicação nas últimas campanhas, Ubaldino Jr., simplesmente, esqueceu do irmão. Tudo bem o nome de Lúcio não ser o escolhido na convenção do partido, do seu grupo político, mas nem sequer ser cogitado, isto causa, sem dúvida, grande estranheza.

Para os entendedores locais, Ubaldino Jr. está decretando o fim da carreira política de Lúcio, pois, depois de duas amargas derrotas municipais, ele o deixa de fora de todo processo, como carta fora do baralho, num sentimento que descreve bem sua soberba e ingratidão.

Agora fica a pergunta: onde está o Lúcio?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma