O Portal de notícias de Porto Seguro

Coronavirus: nova paciente suspeita é internada no HDLEM em Porto Seguro

0 5.102

Mais uma paciente de origem alemã deu entrada no Hospital Deputado Luis Eduardo Magalhães (HDLEM), há cerca de dois dias, com suspeitas de cornavírus.

A paciente veio encaminhada de Caraívas, litoral sul do município com os principais sintomas da doença (tosse e falta de ar)

O novo agente do coronavírus, chamado de novo coronavírus – nCoV-2019, foi descoberto no fim de dezembro de 2019 após ter casos registrados na China. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são 40,5 mil casos registrados em 18 países, com mais de 1000 mortes, até o momento, o que mobilizou organismos internacionais e a comunidade científica na busca por respostas sobre prevenção, transmissão e tratamento desse novo tipo de coronavírus.

No Brasil, até 11 de fevereiro de 2020, são 8 casos suspeitos em investigação para o coronavírus (nCoV-2019) em 5 estados. São Paulo é o que lidera em número de casos suspeitos, são 3 atualmente. Até o momento, 32 casos foram descartados e não há nenhum caso confirmado no país.

Em Porto Seguro tivemos o caso de uma turista, também alemã, com suspeita da doença, mas que por fim foi constatado que se tratava da gripe H1N1, também um vírus extremamente letal e que demanda cuidados especiais e procedimentos rigorosos.

Chama a atenção neste novo caso suspeito é que, de acordo relatos, a paciente não está em quarentena, fazendo uso apenas de uma máscara, quando deveria está em isolamento absoluto, sem contatos com outras pessoas, em consonância com a referência de “estágio 3” da doença, que recomenda o protocolo de quarentena.

De acordo informações, a paciente é procedente de um vôo Alemanha/Rio de Janeiro, teve contato com 30 chineses; desconhece a outra paciente alemã, que esteve internada no mesmo hospital, e estava na casa de conhecidos no distrito de Caraívas-PS.

Além dos procedimentos padrão a serem adotados, por recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) faz-se necessário e urgente uma investigação em saúde dos contatos que ela teve em Caraívas e se alguém apresenta os mesmos sintomas.

Nossa reportagem não conseguiu contatar a direção do hospital, mas permanece à inteira disposição do mesmo para quaisquer esclarecimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma