O Portal de notícias de Porto Seguro

Contrato de concessão é assinado para explorar turismo ecológico do PNPB

0 82

Na manhã de hoje, quarta-feira, 17 de outubro, o Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram cerimônia de assinatura do contrato de concessão de serviços de apoio à visitação e ao turismo ecológico do Parque Nacional do Pau Brasil (PNPB).

O evento aconteceu no auditório do parque e contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte. Após a cerimônia de assinatura, o ministro utilizou a palavra e considerou a ocasião como histórica, pelo simbolismo que representa. “Nós temos 74 parques federais, todos eles muito bonitos, com grandes atrativos, mas somente quatro tem concessões, agora estamos com o quinto. É uma nova fase, que é o início de uma série de concessões de serviços”, cita.

O ministro prossegue explicando que não é uma concessão do parque, porque a gestão continua sendo federal. “A pesquisa, a fiscalização e o território são da gestão pública federal.  O que estamos fazendo, são as concessões de serviços em expertises daquilo que não é próprio do governo, como trilhas, tirolesa, restaurante, lanchonete e camping. Isto tudo não é para o governo tocar, é para quem tem experiência . E o contrato que estamos fazendo aqui para investimento nesse local, no valor de R$ 7,2 milhões é para garantir excelência na qualidade do serviço para um turista qualificado, que busca espaço naturais, que é o turismo que mais cresce no mundo”, continua o ministro, acrescentando “que o turismo é considerado uma das atividades mais importantes para economia mundial, pela mão-de-obra empregada, pelo resultados econômicos gerados. Dentro do segmento é o turismo sustentável o que mais cresce, sendo tendência de dominar o mercado nos próximos anos”, considerou.

Em entrevista ao Jojô Notícias, o chefe do Parque Nacional do Pau Brasil, Fábio Faraco, explica que foi feito um edital, uma concorrência pública, e a empresa vencedora deu o maior lance, tudo dentro de um processo normal de concessão. “Ou seja, a partir de hoje começa a valer, a implementação da visitação do parque. Por exemplo, estruturas mais complexas para o turismo, como tirolesas, trilhas, restaurantes, etc, serão implantadas pela empresa. Ao ICMBio que é o governo federal  cabe a administração e a gestão do parque, pesquisas, segurança, vigilância, dentre outras funções públicas”,  esclarece.

A empresa vencedora do edital foi a Hope. Além de representantes da empresa, ainda estavam presentes o secretário estadual do Meio de Ambiente, José Geraldo dos Reis Santos, o secretário municipal de Turismo, Richard Alves, autoridades da Marinha, Polícia Rodoviária Federal , entre outras.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.