O Portal de notícias de Porto Seguro

Cláudia Oliveira ignora ações da justiça federal e anuncia atração para o réveillon de 2020 em Porto Seguro

1 2.028

Num gesto de arroubo e populismo exacerbado, a prefeita “fraterna” de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, subiu no palco da festa junina em Eunápolis (Pedrão), e anunciou o cantor sertanejo, Gustavo Lima como a grande atração do Reveillon de Porto Seguro em 2020.

Por coincidência, o cantor também realizou a virada do ano aqui, em Porto Seguro, em 2014, ano em que a prefeita foi multada – mais uma vez – pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municipios), por gastos excessivos com o São João Elétrico daquele mesmo ano.

Processo em andamento no MPF contra a prefeita Cláudia Oliveira

A prefeita é a campeã de multas (nunca pagas) no estado, por irregularidades administrativas.

Mas o que mais chama a atenção nesse êxtase da prefeita é o escancarado desafio e provocação aos MPF e PF que ainda estão em fase de conclusão das investigações, que envolvem seu irmão e seu marido, prefeitos de Cabrália e Eunápolis, respectivamente, na conhecida e badalada “operação fraternos”.

A operação já lhes rendeu o afastamento dos cargos por um período de seis meses e, recentemente, a prefeita Cláudia Oliveira e seu marido, o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, foram substituídos por assessores, numa viagem à China, por estarem com seus passaportes confiscados pelas autoridades judiciais, portanto, impedidos de viajarem para fora do país.

O Jojô Notícias postou durante esses dias de festas juninas, uma série de matérias denunciando a opção equivocada e perversa da gestão “fraterna” de Cláudia Oliveira, em realizar festas milionárias em detrimento da saúde, educação e obras de infraestrutura para a população, (leia aqui)

O bombardeio midiático e o patrocínio incessante de festas com atrações de destaque é a principal estratégia da “fraternidade” para se distanciarem dos efeitos arrasadores que a operação provocou nas pretensões políticas do nefasto grupo. As últimas eleições legislativas, que impôs uma derrota fragorosa à candidata e herdeira do espólio “fraterno”, Larissa Oliveira, na disputa por uma vaga na Assembléia Legislativa do Estado, antecipou a avaliação do eleitor da Costa do Descobrimento, sobre o ostracismo político que vivenciarão daqui pra frente

Ignorar as futuras decisões da justiça que estão a caminho e anunciar atrações milionárias para eventos suspeitos e na mira do MPE é só mais uma demonstração da irresponsabilidade administrativa e de confiança na impunidade, inerentes aos políticos atrasados e que fazem carreira na vida pública apoiados na corrupção e na inobservância do bem estar social.

Com certeza não é este o anúncio que a imensa maioria da população de Porto Seguro espera para iniciar o ano de 2020 mais confiantes. A alegria da virada do ano virá, indubitavelmente, com o pronunciamento do MPF e, quiçá da PF, sobre os prejuízos impetrados ao município, pela prefeita Cláudia Oliveira, no âmbito das operações “gênesis” e “fraternos”.

  1. joci Diz

    Parabéns a este site que se levanta como voz para defender o interesse do povo e denunciar o abuso dessa família de saqueadores da BA.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma