O Portal de notícias de Porto Seguro

CIEPS de Porto Seguro comemora a Independência da Bahia com desfile cívico pela cidade

0 144

O CIEPS (Complexo Integrado de Educação de Porto Seguro), escola estadual de ensino médio, pelo 2º ano consecutivo, comemora a data de 2 de julho, conhecida como a Independência da Bahia, com um desfile cívico temático.

O desfile contará com a formação de 13 alas representando e ilustrando diversos aspectos do significado do 2 de julho; com ala dos índios, da corte portuguesa, do negro, sincretismo religioso, cangaço e bandeiras da Bahia e dos estados brasileiros, dentre outras. A evolução do desfile, que acontecerá na data comemorativa (2 de julho), a partir das 9:00 hrs, se iniciará nas imediações da escola, na Rua General Freitas, seguindo pela Av. Getúlio Vargas com uma parada na Casa da Lenha para exibição do Hino Nacional; prosseguindo na Marechal Deodoro, Av. Navegantes, Av. 22 de Abril, parando novamente na Praça do Relógio para mais uma exibição do Hino Nacional e retornando pela Av. Getúlio Vargas ao ponto de origem.

A Independência do Brasil representou o fim dos laços políticos com Portugal, entretanto os laços econômicos continuaram atrelados à Europa. Embora D. Pedro I tenha se proclamado imperador do Brasil, algumas províncias não o reconheceram como tal, dentre elas a Bahia.

Na Bahia, a expulsão dos portugueses só foi possível quando Dom Pedro I enviou para lá uma forte esquadra comandada pelo almirante Cochrane, para bloquear Salvador. Sitiados por terra e por mar, as tropas portuguesas tiveram finalmente que se render em 02 de julho de 1823.

Oficina dos alunos, professores e funcionários

Na primeira onda de confrontos, as tropas lusitanas invadiram casas e atacaram civis. O mais marcante episódio de desmando ocorreu quando um grupo português invadiu o Convento da Lapa e assassinou a abadessa Sóror Joana Angélica, considerada a primeira mártir do levante baiano. Também a militar Maria Quitéria lutou bravamente na guerra da Independência e é a patrono do Quadro Complementar do Exército Brasileiro.

Durante o percurso do desfile também serão feitas, pelos alunos, performances com coreografias alusivas a diversos acontecimentos da época, como os episódios citados acima.

As alegorias e fantasias dos desfiles estão sendo confeccionadas pelos alunos e professores que prometem um espetáculo à altura e grandiosidade da data comemorada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma