O Portal de notícias de Porto Seguro

Câmara Municipal: o filho da ₱X#% sou eu!

0 207

Durante a última sessão da Câmara Municipal de Porto Seguro, ocorrida ontem, quinta-feira, primeiro de novembro, alguns vereadores utilizaram o pequeno expediente para criticar o artigo postado no nosso site, intitulado Câmara dos Horrores (https://jojonoticias.com.br/camara-dos-horrores/), assinado por mim, Cristóvão Moura.

Na oportunidade, se pronunciaram sobre o assunto, os edis Lázaro Souza Lopes, Aparecido dos Santos Viana, Ronildo Vinhas e o presidente da Casa, Evaí Fonseca. Em suma, Lázaro pediu uma coerência correta por parte do meio jornalístico, no sentido das criticas serem direcionadas aos colegas que realizam tais condutas citadas e não de uma forma generalizada.

Cido defendeu todos os colegas vereadores, afirmando sobre o compromisso que cada um tem com a comunidade portossegurense. Ele ainda fez ressalva, dizendo que entende quando o vereador comete tais desvios, sugerindo o estado de nervosismo, de revolta e de frustração que eles têm, quando não são atendidos em suas propostas. Também insinuou que a Imprensa está querendo desgastar o Legislativo, pois teriam interesses políticos.

Ronildo Vinhas foi contundente em achar que tal artigo foi um grande equívoco.

O presidente da Câmara, Evaí Fonseca, para variar, repetiu o mesmo discurso de ódio que tem contra os meios de comunicação e as pessoas que investigam contra ele, chamando de imprensa “suja’ todos aqueles que se atrevem a expor os seus mandos e desmandos descabidos. Ainda sugeriu aos vereadores que buscassem a assessoria jurídica da Câmara para estudar um eventual processo, na tentativa sempre de nos censurar.

Então, vamos lá! Por partes. Primeiro é só buscar as gravações das sessões da Câmara –eles pagam muito bem a empresa que faz tal transmissão e devem ter todas em arquivos – e assistir quantas vezes quiser, o péssimo comportamento dos vereadores durante essas eleições . Aos berros, eles conclamavam 13 e 17, como se estivessem num palanque. Saindo dançando sorrindo ou xingando.

Realmente não são todos os vereadores que se alteram e comentem tais absurdos citados. Mas quem não o faz, é conivente. Toda Casa Legislativa tem seu código de postura dentro do seu regimento interno.  E o que é preciso, além disso tudo citado, para quebrar o decoro parlamentar?

Como eles permitem um funcionário da Casa, emitir sons estranhos durante a leitura da pauta do dia? Acham engraçado? Não chamam atenção?

Meus caros vereadores respeitem o cidadão que sai de sua casa e se dispõe a ir à Câmara acompanhar a sessão. Respeitem a Imprensa que é capaz de enxergar o que está na frente de suas vistas e vocês não conseguem ver.

Se isto não é um show de horrores e de muito mau gosto, eu realmente não sei como definir tais condutas.

O vereador, líder do Governo, Dilmo Santiago, utilizou palavrão abertamente no uso de sua fala na Tribuna e o filho da ₱X#% sou eu. (https://jojonoticias.com.br/parem-de-ser-filhos-da-p-esbravejou-o-lider-do-governo-dilmo-santiago-da-tribuna-da-camara/).

O presidente da Casa ainda sugeriu que o vereador se retratasse, e ele diz que vai estudar, mas após duas sessões, não desdisse nada. E o filho da ₱X#% é a imprensa suja.

Agora, estudam me processar, a entrar na Justiça contra o site também.  Essa é a Câmara Municipal, com tantas coisas importantes para se preocuparem como: as contas da prefeita que estão, há dois meses, esperando para serem votadas; a eleição para presidência da Casa que ainda não foi marcada, faltando dois meses para o novo presidente ser empossado; as denúncias contra a Prefeitura de Porto Seguro, na Operação Fraternos, desencadeada pela Polícia Federal, que já afastou uma vez prefeita; além dos projetos para melhoria do nosso município.

Com tudo isso para fazer e o que eles querem é buscar satisfazer o ego ferido. A imagem da Casa foi difamada!

E eu, amigos leitores, além das irrefutáveis provas de tudo que falei, uma vez que é só pegar as gravações das sessões, ou ouvir qualquer um que acompanha assiduamente os “trabalhos’ da Casa Legislativa como testemunha de todas as esculhambações ali praticadas, ainda tenho que conviver com vereador e Câmara Municipal se fazendo de vítima perante à Justiça.

Façam-me mil favores caros edis, aceitem, porque dói menos. E, por favor, encarecidamente, lhes peço para fiscalizarem um ao outro e deixar seus interesses em segundo plano.

Encerro o assunto dizendo que a Câmara Municipal se perde em sua própria vaidade, porque, pelo menos nessa questão específica, é preferível mudar o foco da atenção para o ataque à imagem da Casa e às dos vereadores, do que mudar o padrão de comportamento que nada é condizente aos cargos que ocupam. E o filho da ₱X#% sou eu!

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.