O Portal de notícias de Porto Seguro

Bancada governista recua e sessão da Câmara de Cabrália é suspensa por falta de quorum

0 197

As duas sessões convocadas para esta sexta-feira, 14/06, da Câmara de Vereadores de Santa Cruz Cabrália, com o sinistro propósito de votar, já em segunda votação, o projeto de lei do executivo municipal nº 010/2019, que versa sobre a privatização dos serviços de água e esgoto no município, foram suspensas por falta de quorum.

Ocorre que, o prefeito Agnelo Santos, em visível manobra com o presidente da Casa, vereador Romali Pairana, desconsideraram e menosprezaram a mobilização nas redes sociais e grupos de whats-app, contrários ao açodamento e à forma como vem sendo conduzido o processo de privatização dos serviços, à margem de discussões e ignorando a opinião pública e de técnicos e autoridades especialistas no assunto.

O guerreiro e um dos quatro mosqueteiros da Câmara de Cabrália, Cláudio Xepa

Importante ressaltar a posição firme e determinada dos vereadores Cláudio Xepa, Indiara Ferreira, Humberto Cachoeira e Luciano Monteiro que, desde o primeiro momento, vêm se posicionando contra esta e outras tentativas desesperadas de fazer caixa, como o empréstimo de 15 milhões na Caixa Federal, do prefeito “fraterno” Agnelo Santos.

Não compareceram às sessões convocadas para as 10 e 11:00horas da data de hoje (14/06), os seguintes  vereadores: Nenem de Abreu, Agrailson Carvalho, “Meu Jovem”, “Show de Bola”, Flávio do Taxi e Josué Sampaio. Estiveram presentes, os vereadores: Cláudio Xepa, Indiara Ferreira, Humberto Cachoeira, Luciano Coutinho e o presidente da Casa e fiel escudeiro do prefeito, Romali Pairana.

Populares e funcionários da Embasa que foram acompanhar as frustradas sessões

O nefasto projeto, para ser aprovado, de acordo a Lei Orgânica do município, precisa de 2/3 dos votos dos vereadores (08 votos).

“Não devemos e não podemos “baixar a guarda”, este projeto ainda continua em análise nesta casa. Precisamos que a população continue mobilizada em defesa dos seus direitos. É preciso debater com a sociedade, em audiências públicas e não simplesmente com Projeto de Lei”, pontuou  o guerreiro e dedicado vereador, Claudio Xêpa. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

× Envie uma